Ela conta que adotou os três cãezinhos da raça spitz alemão após perder o irmão, há três anos. ‘Precisava de uma luz, de uma alegria.’

 

“Quem quer gelo?” “Quem quer paliiito?” “Vamos?” Essas três frases foram repetidas insistentemente durante a sessão de fotos de Karina Bacchi com seus três cães da raça spitz alemão, numa tentativa de fazê-los olhar para a câmera. Isso porque Joy, 3 anos, Doll, 3,  e Fofita, 2, adoram lamber gelo, amam um palito de ração e ficam atentos ao chamado de “Vamos” para passear. Os três deram um show de fofura, mas mostraram também que não são bobos, não. Depois de um tempo, eles já sabiam que não tinha gelo, nem palito e nem passeio, e pararam de atender aos apelos.

 

Mesmo assim os três mostraram que são muito fotogênicos – pelo menos enquanto não passava nenhum outro cachorro por perto, o que deixava Joy muito bravo. “Ele protege as outras duas, que são fêmeas. Joy é o mais molecão. Gosta de dominar todos os brinquedos e de assistir TV”, diverte-se Karina, explicando que cada um tem sua personalidade.

“A Doll é tímida, chega a desviar o olhar quando tem câmera. É muito dócil e gosta de tomar sol, parece gato. A Fofita é a mais espoleta, a última a dormir e a primeira a acordar. Parece que ela tem um motorzinho no rabinho. E é a mais grudada comigo.” Apesar de parecerem diferentes, os três são da mesma raça, spitz alemão. Doll é do tipo raposinha e Joy e Fofita são do tipo ursinho.

 

 “Bicho de estimação multiplica amor”

Karina não nega que os bichos trouxeram muita alegria para a casa dela depois de um luto familiar. “O Joy foi o primeiro que adotei e veio de uma história triste. Meu irmão Alexandre tinha acabado de falecer aos 39 anos por causa de uma insuficiência  respiratória. A casa precisava de uma luz, de uma alegria”, relembra ela. A ideia deu certo. “O astral muda, a gente sempre está de bom humor com eles por perto. A casa virou uma festa, são três bolinhas de amor e alegria! Bicho de estimação aumenta a nossa afetividade, multiplicar o amor, né? Depois do Joy eu acabei indo atrás das fêmeas só por companhia mesmo, já que eles são castrados. Eles se dão muito bem, é uma raça bem sociável.”

 

Cuidados

Mas nem tudo é festa. Ter bicho de estimação exige cuidados e gastos. “É como sair com um bebê cheio de apetrechos”, diz Karina, que leva com ela uma bolsa com água, palitos e enfeites de cabelo para as fêmeas.

“Levo ao pet shop para dar banho toda semana. Mas deixo brincar na lama quando vamos para o sítio e lá eu mesma gosto de dar banho, acho importante esse contato”, conta ela, que demora duas hora para lavar e secar os três. Comida é só ração. “Tenho muito cuidado com a alimentação deles, dou sempre um tipo de ração e um palito. Não dou comida normal, da gente, para não dar cheiro no pelo. Mas o que eles mais gostam é de atenção carinho. Eles são parte da família”, derrete-se ela.

 

 

 CONTATO

 

 

Entre em contato pelo nosso wthasapp:

 

13 3395-1176

 

Para mais informações!

 

Agende uma visita, ficaremos felizes em recebe-lo!

 

Nos Sigam no

 

Instagram

 

Twitter

 

e curtam também nosso Facebook

 

www.petschool.net.br